Açougueiro Francisco Linhares é condenado a 18 anos de prisão pela morte de Thaynara Maluf em Itapecuru-Mirim

Após sessão de quase 12 horas, o Tribunal do Júri Popular de Itapecuru-Mirim condenou, em julgamento realizado nesta terça-feira(21), na Câmara Municipal, pelo assasssinato de sua esposa, Thaynara Cristina Maluf, de 23 anos, morta a golpes de faca.

O réu foi punido com a pena de 18 anos e 9 meses de reclusão, a ser cumprida em regime inicial fechado, na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Itapecuru Mirim. O crime aconteceu no dia 17 de agosto de 2019, no bairro Miquilina em Itapecuru-Mirim.

O crime

De acordo com informações de amigos e de familiares, o casal estava bebendo em um bar. De repente, foi iniciada uma discussão que culminou na morte de Thaynara. O crime teria sido motivado por ciúmes. O casal convivia há pelo menos três anos.
Familiares revelaram que o açougueiro era muito ciumento e agredia fisicamente a esposa sempre quando bebia. Por isso, Thaynara resolveu sair de casa, mas ele não aceitava o fim do relacionamento e ficava insistentemente ligando para a companheira retornar. Diante dessa insistência, ela terminou reatando o relacionamento recentemente.

Após o crime, Francisco Linhares, que trabalha do Frigorífico Baixa Verde, fugiu e estava escondido em um povoado do município de Cantanhede, a 72 km de Itapecuru Mirim, onde foi preso.
Revoltada com o crime, a população organiza uma manifestação pedindo justiça.

bn3
bn2
bn luanny moveis grande
IMG-20220209-WA0018
bn2-1024x305 landry mobile melhor
_cifraesportes
bn3
bn2
bn luanny moveis grande
IMG-20220209-WA0018
bn2-1024x305 landry mobile melhor
_cifraesportes
Estamos Online