Justiça condena o Estado a nomear delegado e policiais para atuar em Apicum-Açu

Estado do Maranhão foi condenado a nomear ou remover delegado, policiais civis e militares concursados, em 120 dias, para atuar no município de Apicum-Açu (termo judiciário de Bacuri). A multa em caso de descumprimento foi fixada em R$ 3 mil diários, até o limite de R$ 500 mil.

A decisão proferida pelo juiz Humberto Alves Júnior é resultado de solicitação formulada, em setembro de 2020, pelo titular da Promotoria de Justiça de Bacuri, Igor Adriano Trinta Marques. Anteriormente, a obrigação já havia sido determinada, em caráter liminar, mas dando prazo de 60 dias.

Na Ação Civil Pública que motivou a decisão judicial, o Ministério Público do Maranhão argumentou que Apicum-Açu tem rota de tráfico de narcóticos e não possuía profissionais efetivos de segurança pública, mas somente servidores cedidos pela prefeitura. Além disso, apenas dois policiais militares atuavam por dia no município.

bn3
bn2
bn luanny moveis grande
bn2-1024x305 landry mobile melhor
bn3
bn2
bn luanny moveis grande
bn2-1024x305 landry mobile melhor
Enviar mensagem
Estamos Online