Prefeito Felipe dos Pneus é afastado do cargo por esquema milionário na saúde de Santa Inês

O prefeito de Santa Inês, Felipe dos Pneus, foi afastado do cargo por envolvimento em esquema de fraude licitatória e superfaturamento em contratos milionário da saúde municipal. A decisão foi do Tribunal Regional Federal da 1ª Região a pedido da Polícia Federal.

Também foram afastados do cargo a Secretária de Saúde, a Secretária de Administração, o Chefe do Setor de Licitação, o Diretor de Compras, a Chefe de Gabinete do Prefeito e mais outros dois servidores municipais, ligados às fraudes licitatórias.

Foram suspensos os pagamentos da empresa contratada de forma fraudulenta e os empresários investigados tiveram suspensos os seus direitos de participar em licitações e de contratar com órgãos públicos.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação, superfaturamento contratual, peculato, crime de responsabilidade praticado por prefeito (Decreto-Lei 201/67), corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa, com penas que podem ultrapassar 40 anos de reclusão.

Na manhã desta quarta-feira (27), a Polícia Federal deflagrou a operação Free Rider com a finalidade de desarticular grupo criminoso responsável por promover fraudes licitatórias e superfaturamentos contratuais no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Inês, envolvendo verbas federais que deveriam ser utilizadas para a compra de medicamentos e insumos hospitalares.

A investigação aponta que a Prefeitura de Santa Inês realizava adesões fraudulentas a Ata de Registro de Preços de outros municípios sem que houvesse o requisito de “vantagem” para a administração pública, posto que, em um dos casos investigados, havia o sobrepreço de 215%.

O esquema, segundo a PF, era montado em três núcleos: o criminoso com atuação na Prefeitura, o com atuação na Secretaria de Saúde e o empresarial.

O núcleo da Prefeitura seria composto por Felipe dos Pneus e servidores do Executivo vinculados ao setor de compras e licitação, a exemplo da Secretaria de Administração, Departamento de Licitação, Diretoria de Compras e gabinete do Prefeito.

O núcleo criminoso da Secretaria de Saúde é encabeçado pela secretária de Saúde e servidores subalternos, que também cumprem ordens do Diretor de Compras e dos demais envolvidos no setor de licitação.

O núcleo empresarial, sediado em Teresina/PI, é composto pelo sócio da empresa contratada, seu sobrinho e um funcionário, os quais realizam diversas movimentações bancárias, com saques semanais de quantias vultosas em espécie, além de facilitarem o esquema de “montagem” dos processos licitatórios, os quais resultaram na contratação da empresa.

bn3
bn2
bn luanny moveis grande
IMG-20220209-WA0018
bn2-1024x305 landry mobile melhor
_cifraesportes
bn3
bn2
bn luanny moveis grande
IMG-20220209-WA0018
bn2-1024x305 landry mobile melhor
_cifraesportes
Estamos Online